terça-feira, 21 de julho de 2015

Alberto


Alberto advém originalmente de Adalberto, que em germânico corresponde aos vocábulos adal (nobre) e berth (célebre). Com a evolução linguística e com as tendências que se despoletaram na época, Adalberto acabou por perder as duas primeiras letras para formar um nome com grande cultura e tradição monárquica: Alberto!

Os portugueses não foram os maiores adeptos deste nome, que nunca figurou nenhum TOP 10 masculinos, no entanto, foram muitos os Alberto que Portugal conheceu ao longo dos anos, sendo que entre 1920 e 1970 nasceram aproximadamente uma média de 500 meninos chamados Alberto por ano. Hoje em dia, 500 meninos com este nome poderia corresponder, aproximadamente, ao TOP 30 nacional! No entanto, contraste com a realidade contemporânea é muito grande: 11 registos de Alberto em Portugal no ano de 2014; mas sendo ainda uma escolha muito usada em compostos, ficam alguns exemplos: Carlos Alberto, Dinis Alberto, Francisco Alberto, Henrique Alberto, Martim Alberto, Pedro Alberto e Santiago Alberto.

Tanto no Brasil como em Portugal, Alberto está em baixa e é considerado démodé, não sendo provável o seu retorno num breve espaço de tempo. Contudo, o seu uso em compostos devolve-nos a ideia de que ainda é apreciado pelos portugueses e pode ser utilizado numa conjugação moderno-antigo, que equilibra o nome composto na maravilha!

Como referências temos Albert Einstein, cientista que revolucionou o mundo e o entendimento da física com inúmeras inovações, entre elas a teoria da relatividade, Albert Bandura, psicólogo canadiano, Alberto Contador, afamado ciclista espanhol de alta-competição, Al Berto, o poeta português e, por fim, Alberto Caeiro, o mestre da poesia portuguesa, o pseudónimo favorito do próprio Fernando pessoa.

Joana Recharte.

Gostam de Alberto?

6 comentários:

  1. Amo, amo e amo esse nome. Acho bem atemporal e um curinga para usar em compostos.

    ResponderEliminar
  2. Nome do meu primo, do pai dele e do avô dele. Convivo muito com este nome, por isso é-me completamente normal. Não desgosto de Alberto, até simpatizo, mas daí a gostar ainda vai um bom bocado. Consigo ver elegância em Alberto e isso agrada-me :)

    ResponderEliminar
  3. É um nome discreto. Realmente um pouco ultrapassado, mas como segundo nome sempre cai bem. O composto Carlos Alberto é um clássico!

    ResponderEliminar
  4. Não gosto nada. Acho pesado e ultrapassado.

    ResponderEliminar
  5. Adoro! mas o apelido Beto estraga um pouco... mas eu ainda usaria.

    ResponderEliminar
  6. Não gosto nada. É ultrapassado e mega pesado. Não vejo nada a favor deste nome

    ResponderEliminar