quarta-feira, 22 de julho de 2015

Manuela


Manuela, o feminino de Manuel. É verdade, é o feminino de Manuel, mas não posso deixar de manifestar a minha inquietude quanto à delimitação deste nome! Manuela é etimologicamente idêntico a Manuel (significa Deus está entre nós), mas a forma como foi acarinhado pelo povo foi substancialmente diferente e acho que é nestas delicadas nuances que um nome ganha a sua personalidade. 

Em Portugal, nunca foi tão utilizado como a versão masculina que durante décadas consecutivas se manteve no top 10 do país. De acordo com os dados do SPIE, Manuela teve a sua época de ouro entre 1958 e 1979, onde se manteve sempre acima dos 100 registos anuais, sendo que em 1970 nasceram 318 meninas chamadas Manuela. Desde então os registos têm decrescido e em 2014 nasceram apenas 12 bebés com este nome. Do outro lado do Atlântico, porém, a história é completamente diferente! No Brasil, Manuela atingiu uma contemporaneidade estonteante. É fácil conhecer uma Manuela, elas existem aos milhares. Os dados estatísticos mais recentes (2014) indicam-nos que Manuela foi o 5º nome mais utilizado para meninas! Será que a tendência é para a manutenção do seu uso?

Pessoalmente, gosto imenso deste nome, e dando a minha perspetiva de portuguesa, acho que transporta consigo uma aura de um passado clássico, que lhe atribui aquela característica distintiva de ser um nome “sério” mas melodioso. E tem sempre associados os diminutivos carinhosos de Manela ou Nela! Como aprecio nomes antigos, Manuela seria uma escolha intuitiva para mim. Compreendo, no entanto, que possa ser considerado por outros portugueses como “demasiado pesado” ou “demasiado parecido a Manuel (grande redundância)”. Também percebo que no Brasil, o uso excessivo de Manuela tenha cansado a população que aprecia escolhas mais exclusivas. Para mim, é (ou continua a ser) uma escolha selete e com algum requinte!

Joana Recharte.

Apreciam Manuela?

8 comentários:

  1. Não aprecio... Adoro!! <3 Infelizmente não vou poder usar.

    ResponderEliminar
  2. Manuela me cansa e para mim não tem o mesmo brilho que Manuel.

    ResponderEliminar
  3. Popularíssimo no Brasil! Acredito q a popularidade se deva ao fato dos brasileiros apreciarem nomes femininos terminados em "ela"( Isabella/Isabela, Gabriela, Rafaela e Daniela são expls). Só q essa popularidade de Manuela é um tanto quanto recente; a alguns anos atrás tb era considerado antiquado e pesado, mas hoje em dia é consuderado super contemporâneo! Será q em Portugal tb pode acontecer o mesmo? Eu, particularmente, gosto do nome, mas a super popularidade me fez enjoar um pouco. Aqui o apelido/diminutivo mais comum pra Manuela é Manu.

    ResponderEliminar
  4. Eu não gosto, tenho sérios problemas com a terminação -ela (com a excepção de Isabella/Isabela e Mirela que adoro).
    Reconheço que é um bom nome mas é muito sem graça para mim, por outro lado adoro Manuel.

    ResponderEliminar
  5. Não sou fã, mas até acho sonoro. Prefiro Emanuela.

    ResponderEliminar
  6. Gosto, mas acho que prefiro ''Manoela''. Quantos aos apelidos, ''Manu'' é fofo, mas não sei se chamaria uma filha por esse diminutivo... Acho tão óbvio. Enfim, usaria Manuela/Manoela sem pestanejar.

    ResponderEliminar