segunda-feira, 18 de dezembro de 2017

Norma - Atendendo a Pedidos

Norma Jeane Mortenson (Marilyn Monroe)

Não poderia deixar de ilustrar esse post  com a foto da icônica Marilyn Monroe antes de se tornar uma das figuras mais famosas do cinema mundial, quando ainda tinha cabelos castanhos e usava seu nome real: Norma Jeane. Sim, Norma era seu nome verdadeiro! Norma, o discreto Norma, o nome que nasceu na literatura e que possui mais ligações com o mundo das artes do que podemos imaginar.

Parece haver um consenso no que se refere ao surgimento do nome. Tudo indica que Norma seja um nome criado para a literatura, através da ópera Norma (1831) de Vincenzo Bellini. O letrista Felice Romani emprestou o nome (e a trama) da tragédia Norma do poeta francês Alexandre Soumet. A escolha do nome por Soumet pode ter sido influenciada pelas norns, seres da mitologia germânica. As norns governavam o destino dos homens e dos deuses. Outra possibilidade é que a escolha Norma tenha sido inspirada no latim e no caso é o equivalente a modelo, regra, lei (para os falantes do português o torna um nome literal).

A ópera Norma é uma tragédia que conta a história da sacerdotisa dos druidas Norma, que mantém uma relação amorosa proibida com um oficial romano. A trama se passa na região da Gália, durante a ocupação romana, cerca de 50 anos antes de Cristo. O papel principal (Norma) é avaliado como um dos mais difíceis do repertório de uma soprano e já foi vivido por grandes cantoras líricas, sendo Maria Callas considerada a intérprete suprema de Norma.

Norma é usado entre falantes do português, espanhol, italiano e inglês, o que o classifica como um nome internacional. Em alguns países é frequentemente adotado como uma forma feminina de Norman, nome de origem germânica cujo significado é homem do norte (no caso de Norma seria mulher do norte). Normina é sua variante na língua inglesa.

Nos Estados Unidos seu pico de popularidade aconteceu entre as décadas de 20 a 40, sendo raramente dado a bebês nascidos em anos recentes. Desde 2002 não aparece mais no Top 1000 norte-americano.

De acordo com o censo demográfico de 2010 do IBGE, a frequência de Norma no Brasil é de 46.688 mulheres, tendo o nome sido mais usado durante os anos 50 e 60. Nos anos seguintes perdeu força e seus números de registros caíram bastante, ficando mais associado às gerações passadas. Suas portadoras são encontradas em maior número nos estados do Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Em 2015, no estado de São Paulo, foi registrado somente duas vezes (em uma delas no composto Norma Geovanna); no ano seguinte, no mesmo local, novamente obteve  dois registros.

Fiquei surpresa com os registros escassos de Norma em Portugal, pensava que seu desempenho seria similar ao do Brasil, mas estava enganada. Segundo a SPIE, durante a maior parte do século XX Norma recebia apenas de 2 a 3 registros por ano em terras lusas (em alguns anos nem era registrado), por isso acredito que seja raro encontrarmos uma portuguesa chamada Norma. A raridade continua até os dias de hoje, pois em 2015 e 2016 não conseguiu registros.

Entre as referências temos grandes atrizes: a canadense naturalizada americana Norma Shearer e as brasileiras Norma Blum e Norma Bengell.

Como disse no início, acho Norma um nome discreto e seu sentido literal o torna sério, um pouco rígido até, mas suas associações artísticas lhe dão um colorido à mais.

Acham que Norma ainda pode conquistar as novas gerações ou está fadado ao esquecimento?

Fontes Consultadas:

ARPEN/SP, Behind the Name, IBGE, IRN, Nameberry, O Livro dos Nomes (Regina Obata), SPIE, Wikipédia.

3 comentários:

  1. Obrigada Patrícia pelo post! Adoro este nome, pela sua sonoridade e gosto de todos os seus significados. Norma Jeane é adorável, mais ingénuo do que Marylin Monroe. Talvez não se use mais em Portugal por ser demasiado literal...Sempre pensei que este fosse um nome muito usado em Itália e por isso para mim seria um nome divertido ao bom jeito italiano! Creio que Norma tem hipóteses de conquistar os pais e mães de hoje em dia, por ter esse toque latino descontraído :)

    ResponderExcluir