sexta-feira, 24 de fevereiro de 2017

Saúl


Saúl, nome do corajoso e jovem guerreiro israelita que se tornou o primeiro rei de Israel! Foi imortalizado pela Bíblia, que preservou o seu nome até aos nossos dias, embora atualmente não se o possa considerar um nome moderno.

A própria figura bíblica do Antigo Testamento acaba por ser controversa e nem sempre favorece o uso do nome dentro da comunidade cristã. O segundo rei de Israel, Davi, é comparativamente uma figura mais bem-amada, o que também se reflete no uso do nome no Brasil e em Portugal.

Ainda assim, Saúl teve um percurso bastante coerente e estável em Portugal entre os anos 20 e 80 do século, centrando-se sempre nos 20 registos por ano (em média). Hoje em dia é bastante menos utilizado: 3 registos em 2013, 4 em 2014, 2 em 2015 e 4 em 2016. Em 2014 foram também registados os compostos Daniel Saúl, Ricardo Saúl, Saúl César e Saúl Ondjaki. Por sua vez, no Brasil, o nome também foi muito pouco utilizado ao longo dos anos, registando-se apenas 5 mil registos entre 1930 e 2000, o que é baixíssimo para a realidade brasileira. Atualmente, Saúl continua igualmente raro de encontrar entre crianças, tendo-se apenas o registo de um menino em São Paulo (2015) e de 7 em 2016.

É possível que a inicial também não ajude muito. Salvo raras exceções como Santiago, Samuel ou Sebastião (mas mais em Portugal), os nossos povos não são grandes fãs de nomes começados por S. Ter também um nome muito mais popular e sonoramente parecido (Raul) pode não ajudar o suave Saúl a ganhar asas e voar. Ainda assim, acho-o um nome suave e distinto e seria, sem dúvida, uma escolha diferente e original para um menino nascido hoje em dia, sem ter o peso comum dos nomes antigos.

Saúl tem a mais valia de ser um nome internacional (podendo-se utilizar a grafia com e sem acento), sendo que em inglês a pronúncia fica muito parecida à da palavra sol. Originalmente é um nome hebraico que significa aquele pelo qual se orou, aquele que foi desejado.


Fontes consultadas:
ARPEN/SP, Behind the Name, IBGE, IRN

6 comentários:

  1. Acho interessante, parece a junção de dois nomes que gosto muito, Samuel e Raúl :)

    ResponderEliminar
  2. É um bom nome, tem um significado bonito, mas acho que perde pontos quando comparado à Raul(acho Raul mais carismático). Prefiro a grafia Saul, acho que o acento, nesse caso, deixa o nome pesado, graficamente falando.

    ResponderEliminar
  3. Prefiro Saulo, nome anterior do Apóstolo Paulo, ao que tudo indica Saulo é variante de Saul e tem o mesmo significado, sendo, porém, mais bonito e carismático. :)
    É curioso lembrar que Saulo, assim como Saul, biblicamente falando, também carrega um conceito negativo devido a personalidade de Saulo de Tarso e talvez seja por isso, pouco lembrado na hora de nomear um filho. Mas o significado de Saul/Saulo (no meu caso, usaria Saulo) é tão lindo, que dá para passar por cima de tudo isso.

    ResponderEliminar
  4. Respostas
    1. Normal você gosta de joão pfv né

      Eliminar