quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

Lavanda


Ao ver ou escutar a palavra lavanda, uma sensação de aconchego e paz me invade...talvez seja pela lembrança de seu tão característico perfume, fresco e delicado. Olhando atentamente para esse nome de flor pensei em seu potencial como nome próprio! Sim, Lavanda é mais um nome da natureza que pode funcionar como um belo nome feminino! Inclusive consta nome próprio em sites confiáveis como Nameberry e Behind The Name. Sua versão em inglês, Lavender, tem um antigo histórico de uso como sobrenome/apelido. Se tantos outros nomes de flores, como Violeta, Rosa e Margarida, por exemplo, já são estabelecidos como nomes próprios, não seria o caso de olharmos com mais atenção para Lavanda? Com seu ar romântico e um estilo meio retrô, pode ser uma surpreendente opção!

A lavanda, também conhecida como alfazema, é um subarbusto fortemente aromático, de pequeno porte, com folhas simples, estreitas e alongadas. Suas flores são pequenas, de cor azul ou violeta-lilás, dispostas numa espiga. Cresce principalmente nas regiões do Mediterrâneo. Há muito tempo conhecida da Humanidade, seu uso tem sido documentado há mais de 2.500 anos. Egípcios, fenícios e povos da Arábia usavam a lavanda para perfumar e também em mortalhas, no processo de mumificação. Batizada de "nardus" e "nardo" na Grécia Antiga, por causa de Naarda, cidade síria à beira do rio Eufrates. Era usada para muitos fins terapêuticos pelos gregos, como curar insônia e diversos tipos de dores. Entre os romanos a lavanda perfumava a água durante os banhos, derivando daí seu nome,  do latim "lavare" ou seja, "lavar". Romanos também usavam a lavanda para fins medicinais: soldados levavam lavanda para tratar feridas de guerra.

Ao longo do tempo, a lavanda demonstrou ter várias utilidades. Suas flores podem constituir belos arranjos secos; pode atuar como repelente de insetos; por sua natureza aromática é muito utilizada na indústria cosmética para confecção de perfumes, sabonetes e colônias; uso fitoterápico através de seu óleo essencial que possui propriedades antespasmódica, antimicrobiana, cicatrizante, antidepressiva e calmante, entre outros efeitos. De suas flores é extraído um néctar, que depois é convertido em mel de alto valor qualitativo. Na gastronomia pode ser usada como realçador de sabor em geléias, sorvetes, doces e chás. Uma grande apreciadora do chá de lavanda era a rainha Elizabeth I, da Inglaterra, que costumava tomá-lo para aliviar suas enxaquecas.

Por suas diversas utilidades, a lavanda se destaca entre as demais flores; é muito popular e querida em todo o mundo.

Na Europa durante o período medieval, se inicia o uso de Lavanda como sobrenome/apelido, através de sua versão Lavender. Lavender é um sobrenome inglês, mas com raízes francesas. Introduzido pelos normandos é de origem ocupacional. Foi aplicado à trabalhadores que lavavam roupas ou lã crua. O sobrenome é registrado pela primeira vez em meados do século XIII, através de Cecilia la Lavender, em 1273, juntamente com Peter le Lavender. Em 1846, Catherine Lavender, vinda da Inglaterra, foi uma das primeiras portadoras do sobrenome a fixar residência nos Estados Unidos, onde perdura até hoje.

Personalidades com o sobrenome Lavender:
  • Ian Lavender - ator inglês;
  • George Lavender - político americano;
  • Mark Lavender - jogador de críquete australiano;
  • Daniela Lavender - nome artístico de Daniela Barbosa de Carneiro, atriz brasileira

Lavanda/Lavender como nome próprio de algumas personagens:
  • Lavanda - personagem do filme Matilda;
  • Lavender Brown - personagem da série de filmes/livros Harry Potter;
  • Lavanda - personagem feminina das HQs do Capitão América

Lavanda ainda é uma novidade para brasileiros e portugueses, por isso não consta de nenhum ranking de popularidade, nem há notícias de registros. Através do site Names Org, surpreendentemente constam registros de Lavanda nos Estados Unidos! De 1921 até hoje,  441 meninas foram nomeadas Lavanda nesse país. O período  de maior uso foi em 1972, com 21 registros. Já Lavender, obteve 686 registros. Seu uso se iniciou em 1962, o pico se deu em 2012, com 53 registros. Em 2014 , 46 garotas foram registradas com o nome de Lavender nos EUA.

Lavanda é também o nome de uma delicada e elegante cor, um tom claro da cor violeta. De acordo com a cromoterapia, evoca uma sensação de calma, espiritualidade e contemplação.

Você pode estar pensando "mas Lavanda é estranho como nome, parece o verbo lavando". Será que essa percepção não é uma questão de costume? Afinal ninguém lembra que Amanda parece o verbo amando, não é mesmo? E isso acontece porque estamos acostumados ao nome Amanda. Outra questão é que podem dizer que Lavanda é nome de perfume, aroma...Ora, mas e Rosa? Também não é uma flor altamente utilizada no mundo cosmético? Rosa perde sua força como nome próprio por isso? Ao mesmo tempo é um nome de cor, assim como Lavanda. Rosa e Lavanda então, não teriam muito em comum?

Acho que Lavanda é uma escolha muito bonita, um nome com um ar bucólico, hippie, nostálgico, meigo, terno...uma ótima opção para os amantes de nomes da natureza, nomes literais. Imagino Brisa como nome de uma irmã de Lavanda.

E vocês, o que acham de Lavanda como nome próprio? Este perfumado nome cativa seus corações?

Fontes consultadas:

Behind the Name, Nameberry, Names Org, Aromas e Sabores, Infoescola, blog Magia da Ilha, Site Terra, Surname Database, Wikipédia.

9 comentários:

  1. Eu confesso que gosto muito, mas acho muito ousado para os nossos países onde domina um certo conservadorismo na hora de dar nome a uma criança.De qualquer das maneiras, gosto, acho bonito.

    ResponderExcluir
  2. Adoro! Tão poético, delicado e perfumado :D

    ResponderExcluir
  3. Fui lendo o texto e algumas curiosidades eu sabia, mas outras não e sinceramente, gostei muito.

    ResponderExcluir
  4. Lavanda acho meio problemático, associo a Lavanderia e a Lavabo e até mesmo varanda. Lavanda (o cheirinho né) tbm é mto utilizada em produtos de limpeza.Prefiro Wanda, Miranda e até msm Yolanda. Não consigo simpatizar como nome próprio...Acho que a menina sofreria bullyng.

    ResponderExcluir
  5. Lavanda é um nome encantador, Quando se fala ou se ouve 'Lavanda' é possível até sentir uma aroma pra lá de perfumada. Uma pena que realmente possa associá-lo à produtos de limpeza, tornando-o passível de bullying...
    me deparei com ele no filme Matilda, e achei muito fofo a pronúncia em inglês. Gosto bastante.

    ResponderExcluir
  6. Eu gosto do nome em inglês Lavender,mas fico me perguntando se tem apelidos. Seria Lav,Liv?

    ResponderExcluir